Oficina debate desafios e tendências para o país na dimensão econômica

Parceria inédita entre a Assecor, o Ipea e o Centro de Altos Estudos Brasil Século XXI

O Centro de Gestão e Estudos Estratégicos (CGEE) sedia, hoje (15), oficina no âmbito do Projeto Brasil 2035. A iniciativa integra a Plataforma Brasil 2100, que consiste no mapeamento e na construção de cenários prospectivos para o país, tendo como referência três marcos temporais: 2035, 2050 e 2100.

O projeto é uma realização da Associação Nacional dos Servidores da Carreira de Planejamento e Orçamento (Assecor), em parceria com o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), o Centro de Altos Estudos Brasil Século XXI e conta com o apoio do Centro de Gestão e Estudos Estratégicos (CGEE).

“Nós estamos recolhendo insights com especialistas, que estão concentrados em levantar tendências para o futuro, as incertezas e os principais desafios nas quatro dimensões do projeto: economia, política institucional, social e territorial. Hoje, o debate é em torno da dimensão econômica”, afirma a assessora do CGEE, Mayra Juruá.

A reunião conta com a participação de representantes de instituições como a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), e a Câmara dos Deputados.

Outros encontros serão organizados por parceiros para discutir as demais dimensões  do projeto. O BNDES, por exemplo, realizará uma oficina sobre o tema financiamento do desenvolvimento. “A reunião de hoje é a primeira, sendo mais geral, com o primeiro recolhimento presencial sobre percepções do futuro. O conteúdo de hoje ainda será validado e discutido em outras ocasiões”, diz.

O resultado do projeto será consolidado em quatro documentos e integrará a Plataforma Brasil 2100, que deverá servir de subsídio para um debate mais amplo sobre os grandes desafios para o país nos próximos anos. 

Acesse à plataforma aqui